Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezoito e quarenta

3 LIVROS QUE MUDARAM A MINHA VIDA

29.06.18

DSC05539.jpgDurante muitos anos eu devorei livros. Eu era aquela que despachava todas as fichas de leitura de Português, do ano inteiro, logo no primeiro periodo. E lia tanto que além das minhas fichas de leitura fazia outra tantas para os meus colegas que não gostavam tanto de ler. 

 

Depois a faculdade chegou e as leituras que comecei a fazer eram muitas por obrigação, para decorar e depois debitar numa frequencia de escolha múltipla. É verdade, Psicologia, é muito isto. E apesar de ter gostado muito do meu curso e de muitas leituras que fiz, isso fez com que me afastasse da minha paixão da leitura. Afinal, quando chegavam as férias, eu estava fartinha de ler. 

 

Agora já sem a faculdade e sem grandes leituras obrigatórias, quero muito voltar aos meus livros. E foi com este pensamento e no sentido de escolher as minhas próximas leituras, que dei por mim a pensar nos 3 livros que mudaram a minha vida.

DSC05541.jpg

1. O diário de Anne Frank 

Quem nunca ouvi falar de Anne Frank e do seu Diário? Eu li-o quando tinha 11 ou 12 anos e nunca esqueci muitos dos pormenores. Lembro-me que evitei sempre ler antes de dormir, porque se não era certo que não ia descansar bem. É um livro muito real, cru e duro. Foi também com o Diário de Anne Frank que valorizei muitas das coisas que tinha naquela altura.

 

2. Não te deixeirei morrer David Croquett, Miguel Sousa Tavares

Li-o em duas noites nas minhas férias de Verão de 2003. É uma coletânia de 38 textos de Miguel Sousa Tavares. Foi o livro que mais sublinhei, mais rasbiquei e que mais li. Sim, porque depois de o ter devorar em duas noites, voltei a ele muitas e muitas vezes. É o livro que me faz encontrar sempre um texto que reflecte aquilo que estou a sentir, o que estou a viver ou a observar. 

 

3. O Ensaio sobre a Cegueira, José Saramago 

Foi o segundo livro de Saramago que li e o primeiro dele que eu realmente gostei, já que antes tinha odiado o Memorial do Convento. Li este livro na viagem que fiz ao Egipto em 2009 e foi-me emprestado por uma senhora, que tal como eu na altura, devorava livros. O Ensaio sobre a Cegueira, é um livro maravilhoso com um premissa tão simples e tão cruel como ponto de partida: E se todas as pessoas do mundo ficassem cegas? Há uma boa adaptação ao cinema deste livre (o que é raro) mas ainda assim gostei muito mais do livro. 

 

E vocês, querem-me contar quais são os livros que mais mudaram a vossa vida?